Skip to content

Sobre a Reunião do dia 23-08 do Conselho Superior do IFTO

Neste dia 23 tivemos a 4ª reunião extraordinária do Conselho Superior do IFTO, e entre a aprovação de alterações de PPC’s e calendários acadêmicos, tivemos duas situações especiais:

  • Deliberação acerca de recurso impetrado por servidor por ocasião de demissão;
  • Deliberação acerca do regulamento eleitoral para escolha de Reitor e Diretor-geral e para escolha dos representantes do Conselho Superior;
  • Deliberação acerca da deflagração do período eleitoral.

Sobre  a reunião

Sobre o recurso do servidor: o ponto retornou a pauta devido a um pedido de vistas do processo por um conselheiro, que no final se absteve da votação. Nessa segunda apresentação, dada a oportunidade de apresentar novamente a defesa, onde o próprio servidor apresentou algumas questões, até com mais veemência do que o advogado que o representou na última reunião. No final, 11 conselheiros decidiram manter a decisão da comissão julgadora e 6 conselheiros se abstiveram.

Sobre o regulamento eleitoral, o principal destaque vai para o processo de consulta nas unidades que não possuem 5 anos de funcionamento ainda, pois nessas, o Reitor deveria indicar um diretor pró-tempore, mais por escolher um processo mais democrático, havia decidido manter escolha nas unidades. Alguns conselheiros criticaram a situação, inclusive na 3ª reunião extraordinária foi ponto de um caloroso debate. No fim, o Reitor, prof. Nairton disse que irá fazer uma consulta em cada unidade para ouvir e decidir se indica direto ou abre um processo de consulta em cada unidade para que escolham o gestor pró-tempore.

Quanto ao regulamento para escolha dos representantes do CONSUP para o próximo biênio, o regulamento foi aprovado sem ressalvas.

Para deliberação de deflagração do processo eleitoral, houve uma colocação para que o processo fosse deflagrado apenas ao final de outubro, no intuito de contemplar alguns servidores que completam 5 anos de IFTO em novembro a possibilidade de se candidatarem a um cargo de direção. A maioria dos conselheiros entendeu que o processo no final do ano poderia ser prejudicado, inclusive com a possibilidade de atraso na publicação quando o processo for enviado ao MEC, por conta do processo eleitoral do próximo ano.

Leia mais: Consup aprova deflagração do processo eleitoral para reitor e diretor-geral

Samuel Barbosa on EmailSamuel Barbosa on FacebookSamuel Barbosa on GithubSamuel Barbosa on GoogleSamuel Barbosa on Twitter
Samuel Barbosa
É servidor público na Rede Federal de Educação, Técnico em Informática e graduando no curso de superior de tecnologia em Sistemas para Internet, amante de guitarras e software livre.
Published inCONSUP